sexta-feira, 24 de junho de 2011

Um novo tempo

Abra os braços e se deixe livre. Na vida, fica o que é pra ficar.

Ele chegou e sentou do meu lado na cama. A principio, não me disse nada, só me olhou com aquele olhar todo cheio de amor. Eu retribui o olhar e suspirei, já fazendo bico. Ele pegou minha mão e me levou pra janela e mesmo sendo a mesma janela que dia após dia eu olhava, não foi o cenário de sempre que vi. Vi gente triste, com frio, criança magra e suja e senti um arrepio tomar meu corpo. Ele esperou eu contemplar aquela cena durante algum tempo e depois me pegou pela mão novamente e me levou pra porta de casa, lá eu vi um céu azul e cores quase irritantes de tão lindas e vivas. Ele não me disse nada, só olhou pra mim novamente, beijou minha testa e antes de sumir e voltar pra minha mente e coração, sussurrou no meu ouvido:"Eu estou cuidando de você". Bastou.
Dei o primeiro passo pra fora de casa e me lembrei da vida e de tanta gente que as vezes, só precisa de um sorriso pra florir. Deixei a água do "tudo passa" me lavar e levar o que precisava ser levado e aceitei e abracei o novo tempo que já estava aqui.


"Times Like These - Foo Fighters"

Camila Lourenço
P.S: Obrigada Juliana Alves e à Renata e Cibele, donas de blogs fofíssimos (vale a visita) que me ofereceram um lindo selinho. Este blog não tem o costume de repassar selos, mas agradeço de coração a consideração.

8 comentários:

  1. Essa dualidade da vida,sempre existem os dois lados...
    escolho o lado do que está por vir - ou já estava aqui.

    *.* Obrigada pelo carinho,Camila.

    Renata

    ResponderExcluir
  2. amei o texto, as vezes não conseguimos ver que tem coisas muito piores do que a que passamos. e que nao vale a pena disperdiçar o nosso tempo com isso. . amei

    beijos

    ResponderExcluir
  3. Camila,

    Hoje eu precisava ouvir isso. Hoje alguém precisava me dizer que existe outro alguém cuidando de mim. Porque, às vezes, sem querer, sem deixar, o medo abraça a vida da gente.

    Amei o texto. Quero abrir a porta e encontrar nos braços abertos de alguém, a paz que conforta.

    Beijos, querida e perdão pela ausência.

    ResponderExcluir
  4. Olá, hoje estou passando para trazer um carinho a mais, indiquei seu blog para receber o selo POTTERY FRIEND que ganhei da amiga Paula do blog Poemas, Poesias e Pensamentos. Se quiser pode pegá-lo no meu blog, na página selos e carinhos. Parabéns!
    Beijos no coração!

    Thatiana Vaz

    ResponderExcluir
  5. Saudades de tu de passar aqui e te ver!te ler!huuummm!cheira bem!
    bjs ...te adoro..

    ResponderExcluir
  6. Lindo texto, e é exatamente assim, às vezes ficamos tão presos a nossa própria tristeza e dor, ao nosso mundinho, que esquecemos de olhar ao nosso redor e detalhar as inúmeras belezas que estão por ai para serem vistas, sentidas e vividas, como tb esquecemos de que outros tb sofrem, tb se doem e tb possuem problemas. Que nos venha um novo tempo, de nova visão interior e exterior, que nos venha nova luz, nova esperança e uma alegria inteira toda nossa de viver!
    Bjs linda, e agradeço a menção em seu post e seu carinho! =*

    ResponderExcluir
  7. Cuidar basta.E como basta.Beijoca

    ResponderExcluir

Espaço pra seu 'pitaco'!
Bjokaa!